A PLASTICIDADE DO CÓRTEX CEREBRAL HUMANO
Alvaro Pascual-Leone, AmirAmedi, Felipe Fregni, and Lotfi B. Merabet
Annual Review of Neuroscience Vol. 28: 377-401 (Volume publication date July 2005)

ABSTRACT/RESUMO
A plasticidade é uma propriedade intrínseca do cérebro humano e representa uma invenção da evolução para capacitar o sistema nervoso para escapar das restrições de seu próprio genoma e assim adaptar-se a pressões ambientais, mudanças fisiológicas e experiências. Flutuações dinâmicas na potência de conexões pré-existentes através de redes neurais distribuidas, modificações na coerência córtico-cortical e córtico-subcortical relacionada a tarefas e modificações na correspondência referente ao comportamento e à atividade neural ocorrem em resposta a modificações do input aferente ou da demanda eferente. Tais modificações rápidas e contínuas podem ser seguidas pelo estabelecimento de novas
conexões através do crescimento e da arborização dendríticos (dendritic growth and arborization). Entretanto, elas trazem o perigo de que o padrão evolutivo da ativação neural possa por si mesmo levar a um comportamento anormal. A plasticidade é o mecanismo de desenvolvimento e aprendizado, tanto quanto é a causa de patologias. O desafio que enfrentamos é aprender o suficiente sobre os mecanismos da plasticidade para que os possamos modular e alcancemos o melhor resultado comportamental possível em uma dada situação.


CLIQUE AQUI PARA ACESSAR O ARTIGO COMPLETO EM PDF


Voltar

 

Eletromagnetismo

Bioeletricidade
em Psiquiatría