CONTROLANDO AS REPOSTAS À rTMS NA DEPRESSÃO COM ESCALAS ANÁLOGO-VISUAIS.
Grunhaus L, Dolberg OT, Polak D, Dannon PN. Psychiatry Division, Sheba Medical Center, Tel Hashomer,
Hum Psychopharmacol.2002 Oct;17(7):349-52.

Escalas análogo-visuais (VAS) aplicadas diariamente fornecem um método rápido e confiável para avaliar mudanças clínicas durante a Estimulação Magnética Transcraniana (TMS). Nós tratamos 40 pacientes com Depressão Maior com TMS e avaliamos suas condições clínicas com VAS. A resposta à TMS foi definida com a Escala de Hamilton para Depressão e Escala de Avaliação Global da Função. Dezenove pacientes entre os quarenta foram responsivos à TMS (a amostra inteira foi considerada) visto que dezessete dos vinte e nove responderam quando somente os pacientes não psicóticos foram considerados. Pacientes que eventualmente responderam à TMS demonstraram claras mudanças nos escores das VAS. Nós concluímos que controlar com os escores das VAS pode detectar precocemente respostas à TMS.

Voltar

 

Eletromagnetismo

Bioeletricidade
em Psiquiatría